BlogPrime

26/01/2018
A educação financeira começa na infância

O inicio do ano é um período em que boa parte das famílias brasileiras começa com dívidas, a maioria delas decorrentes das compras natalinas que, somadas a outras, pioram o quadro financeiro.

A forma de lidar com os recursos financeiros e seus objetivos difere de pessoa pra pessoa. Nem todos procuram com o dinheiro ampliar os bens de consumo. Há aqueles que preferem apenas acumular e guardar. Outros têm receio de ostentar. Há ainda quem questiona a quantidade para viver e prefere ter o mínimo, apenas para atender as suas necessidades. São atitudes inconscientes, mas que revelam um pouco da personalidade de cada um.

Atualmente, vivemos no tempo do consumo, do uso e do descarte. Consumo que se confunde, muitas vezes, com a satisfação dos desejos inconscientes, utilizando-se de justificativas como “eu mereço”. Na maioria das vezes não há uma reflexão em discernir se a compra é uma fuga para reduzir o mais rápido possível uma tensão interna, ou se realmente é preciso adquirir aquele produto.

Mas como viver, consumir e poupar adequadamente? Como se educar para não se atolar em dívidas? A resposta está na educação financeira e que deve começar na infância. É preciso preparar as crianças para lidar com o dinheiro. Sendo o consumo mais emocional que racional, é importante ensina-las a fazer uma avaliação da real necessidade daquilo que se quer comprar.

Claro que não é tão simples porque vai depender, e muito, da relação que estes pais têm com o dinheiro. Pais consumistas ou que gastam com os filhos por sentimento de culpa para suprir a sua ausência em casa em virtude do trabalho, não são bons modelos.

Ainda assim, o sonho dos pais é que aquela grana que o filho pediu seja gasta adequadamente. Mas o que seria gastar adequadamente? Até porque o desejo de um filho é diferente do desejo dos pais. São formas subjetivas de ver as coisas. E mesmo que o filho torre a mesada num dia só, a falta deste dinheiro nos demais dias do mês o levará a uma reflexão sobre como gastar. Claro que desde que estes pais não supram posteriormente com uma “graninha extra” porque isto só reforçará à criança que, mesmo que seja imediatista com seus desejos, algo “mágico” acontece depois. Aprender a lidar com a falta é importante desde cedo.

Por isso é preciso ensina-los a ganhar dinheiro para que aprendam a poupar ou gastar de forma consciente. Os pais sabem disso e apoiam a ideia. No entanto, se um filho de classe média resolve ir atrás de algum trabalho informal, como por exemplo, fazer doces ou lanches para vender na escola, ou até mesmo se propor a lavar os carros dos vizinhos ou parentes, a maioria dos pais sente vergonha e se preocuparão mais com o que os outros vão pensar deste comportamento, presumindo que considerarão que a família está passando por necessidades, do que um aprendizado para o filho sobre as relações mercantis. Um paradoxo.

Em suma, a orientação financeira deve fazer parte do universo infantil desde cedo, com pequenas ações do cotidiano das crianças onde elas, sem que percebam, aprenderão a planejar e a lidar com seus gastos, examinando todas as alternativas, favoráveis ou não, descobrindo o que é melhor para si.

Oferecer à criança uma mesada ou semanada, de acordo com a idade dela, é uma boa lição de administração financeira. E sempre lembrando a ela que este dinheiro não é para ser gasto de uma vez. A mesada/semanada é como se fosse o salário de um adulto que trabalha, portanto tem que saber dividi-lo adequadamente durante todo o período. Isto possibilitará a formação de um adulto independente, consciente e mais responsável.

Emoção e razão estão presentes em todas nossas decisões, todavia deve haver um equilíbrio entre elas, principalmente na hora de utilizar o dinheiro.

#EducaçãoFinanceira #mesada #educação #comportamento #dinheiro

Fonte: Jô Alvim - Psicoblog G1

CALENDÁRIO 2018

01
Fevereiro
Início das aulas Para o Baby Prime, Little Kids e Juniors
05
Fevereiro
Inícios das Aulas Para os Kids
12
Fevereiro
Não haverá Aula (Feriado - Carnaval)
13
Fevereiro
Não haverá aula (Feriado - Carnaval)
14
Fevereiro
Não haverá aula (Feriado - Carnaval)
15
Fevereiro
Projeto Valentines De 15 a 28 de fevereiro

NA MÍDIA

02/09/2016 Blog Robert Jungmann - coluna Acontece Representante do Google faz palestra em PE
01/07/2016 Blog Dicas Miúdas Colônia de Férias Julho 2016
18/05/2016 Corujices.com São João Infantil
19/02/2016 pernambucopontocom Educação financeira nas escolas
04/11/2015 Blog Roberta Jungmann Carol Levy fará show na festa "Hallegria"
04/11/2015 LeiaJá.com (iG) Carol Levy faz apresentação em Aldeia
04/11/2015 Blog Casinha da Cys Carol Levy em festa à fantasia na Eccoprime
03/11/2015 Blog Social 1 Carol Levy faz show em Aldeia
12/10/2015 Folha de Pernambuco Poupar para realizar sonhos
12/10/2015 Folha de Pernambuco Quando o consumo é o vilão
11/04/2015 Jornal do Commercio/PE Minicurso de educação financeira para pais
02/02/2015 Folha de Pernambuco - Economia Do ensino básico a atividade adicional
27/05/2014 Portal NE 10 - Blog Social 1 Magrão participa de Colônia de Férias.
14/03/2014 Jornal do Commercio/PE - Vida & Ciência Wilfred Gadêlha. Bom exemplo.
26/02/2014 Jornal do Commercio/PE - Caderno C Coluna Dia a Dia - Escola Sustentável.
Copyright © Eccoprime Bilingual School, 2010-2014 | Design: TG