BlogPrime

21/01/2016
Por que meu filho carrega um objeto pra todo lado?

Quem nunca viu uma criança agarrada a um brinquedo, ursinho de pelúcia ou até mesmo a um paninho que ela leva para onde for. Esses são os objetos de transição e, mesmo que pareçam uma mania diferente, eles têm uma explicação bem clara na psicologia. Confira 10 curiosidades que nós preparamos sobre o assunto e entenda o que está se passando na cabecinha do seu pequeno.

 

1 – Porque esse nome?

A expressão “objeto de transição” está ligada ao significado que aquilo tem para a criança. Quando um bebê nasce, toda aquela proximidade com a mãe faz ele ter a impressão que os dois são um só. Conforme ele cresce, é desmamado e não fica mais o tempo todo no colo, esse pequeno precisa se apegar a algo que facilite esse momento de transição, que faça ele sentir que não está sozinho mesmo sendo um ser individual.

2 – O objeto de transição pode ser qualquer coisa…mesmo!

O paninho, o brinquedo e o ursinho de pelúcia são exemplos muito comuns de objetos de transição, mas eles não são os únicos. A criança pode se apegar também a alguma parte do corpo, como cabelo, orelha e cotovelos só conseguindo dormir quando está manipulando essas áreas – seja neles ou nos papais. Coisas mais subjetivas como um som,  um cheiro ou um movimento também funcionam às vezes como um objeto de transição, que vai acalmar e dar segurança para o pequeno.

3 – É perfeitamente normal ter um objeto de transição

Não é preciso se preocupar com a criança que se apega a um objeto de transição, pelo contrário, essa é a forma que ela arrumou de lidar com um momento difícil. Menos ansiedade por causa da separação da mamãe e uma explosão da imaginação são benefícios que vêm junto com esse costume.

4 – Não é toda criança que precisa de um objeto de transição

Apesar de ser saudável, nem toda criança vai ter a necessidade de criar um objeto de transição e não há nada de errado com isso: algumas crianças precisam e outras, simplesmente, não.

5 – Ninguém pode criar um objeto de transição para a criança

Os papais podem até oferecer um ursinho ou brinquedo para uma criança que está começando a dormir sozinha, por exemplo, mas isso não quer dizer que o pequeno vai se apegar aquilo como um conforto e segurança. A escolha do objeto que vai trazer esses sentimentos ocorre de forma espontânea e só pode ser feita pela própria criança.

6 – Pode acontecer da criança adotar mais de um objeto

Seu filho só consegue dormir agarrado a um ursinho e chupando dedo? Esses podem ser os dois objetos de transição que ele escolheu para se sentir mais seguro com esse momento de separação da mamãe. Às vezes acontece até mesmo um revezamento e uma criança que adotou uma boneca e um paninho por exemplo, pode solicitar apenas um de cada vez.

7 – Quando a criança vai abandonar esse objeto de transição?

Não existe uma hora certa para a criança abandonar o objeto de transição nem um período certo de tempo que ela possa ficar com ele. É entre 3 e 5 anos que elas costumam se desapegar – justamente porque nessas idades surgem novos interesses e uma segurança maior da própria individualidade. Se depois dos 5 anos o pequeno não conseguir se desapegar e o objeto de transição ganhar proporções muito exageradas, vale procurar ajuda psicológica para ver o que está por trás dessa necessidade. Mas atenção: nunca tente sumir com o objeto de transição para não acabar fazendo a criança sofrer – ela vai se livrar dele quando estiver pronta.

8 – O objeto pode acompanhar a criança na escola?

Escola não é lugar para o objeto de transição, mas existem algumas exceções. A primeira delas é a idade do bebê: caso ele ainda seja muito pequeno e esteja frequentando uma creche, por exemplo, o objeto pode ser interessante para a criança naquele local. O mesmo acontece para os primeiros dias na escola regular: se a criança fizer questão de levar, os pais não devem recusar. Isso vai dar segurança ao pimpolho para passar pelo período de adaptação à escola e depois, gradativamente, isso pode ser conversado com a criança para deixar o objeto em casa.

9 – Lave o objeto quando for preciso

O cheirinho do objeto de transição costuma ser uma parte muito importante para a criança porque geralmente é ele que lembra da mãe. Apesar disso, não lavar o paninho ou o bicho de pelúcia pode trazer consequências para a saúde do pequeno. Como vai para todo lugar e fica muito perto do rostinho da criança, a lavagem pode ser necessária, mesmo que seu filho vá sentir a diferença depois.

10 – Enfrente uma possível ausência do objeto com sinceridade

Imprevistos acontecem e pode ser que um dia esse objeto de transição fique perdido em uma mudança ou seja esquecido antes de uma viagem. Nessas horas os pais precisam estar preparados para a reação da criança, que pode chorar, ficar irritada e ter dificuldades para dormir. Converse com o seu filho explicando o que aconteceu e espere que o pequeno se adapte.

 

Fonte: PlayKids

CALENDÁRIO 2017

23
Setembro
Vamos à Praia (GAV) Projeto Geração Alta Voltagem
28
Setembro
Music Lounge Às 16h20, na Eccoprime
29
Setembro
Papo Pedagógico -x-
29
Setembro
Fim da 3ª unidade - x -
02
Outubro
International Week De 2 a 6 de outubro.
06
Outubro
Abertura e International Week Fair -x-
09
Outubro
Eccolimpiadas De 9 a 11 de outubro
12
Outubro
Nossa Senhora da Aparecida Feriado
13
Outubro
Feriado dos Profesores Não haverá aula
15
Outubro
Dia Dos Professores -

NA MÍDIA

02/09/2016 Blog Robert Jungmann - coluna Acontece Representante do Google faz palestra em PE
01/07/2016 Blog Dicas Miúdas Colônia de Férias Julho 2016
18/05/2016 Corujices.com São João Infantil
19/02/2016 pernambucopontocom Educação financeira nas escolas
04/11/2015 Blog Roberta Jungmann Carol Levy fará show na festa "Hallegria"
04/11/2015 LeiaJá.com (iG) Carol Levy faz apresentação em Aldeia
04/11/2015 Blog Casinha da Cys Carol Levy em festa à fantasia na Eccoprime
03/11/2015 Blog Social 1 Carol Levy faz show em Aldeia
12/10/2015 Folha de Pernambuco Poupar para realizar sonhos
12/10/2015 Folha de Pernambuco Quando o consumo é o vilão
11/04/2015 Jornal do Commercio/PE Minicurso de educação financeira para pais
02/02/2015 Folha de Pernambuco - Economia Do ensino básico a atividade adicional
27/05/2014 Portal NE 10 - Blog Social 1 Magrão participa de Colônia de Férias.
14/03/2014 Jornal do Commercio/PE - Vida & Ciência Wilfred Gadêlha. Bom exemplo.
26/02/2014 Jornal do Commercio/PE - Caderno C Coluna Dia a Dia - Escola Sustentável.
Copyright © Eccoprime Bilingual School, 2010-2014 | Design: TG